Topó 1 Topo 2 Topo 4 Topo 5 Topo 6 Topo 7 Topo 8 Topo 9
Bt orkut Bt facebook Bt feeds
Bt twitter
Topo 3

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 
 
 

 

 

 

 
 

 

img 1 pedreiro

layout pedreiro

Na antiguidade, no mundo árabe, chamava-se alvanel aquele que
levantava alvenarias de pedras, tijolos ou outros materiais.

A denominação pedreiro vem do latim petrarium, relativo às pedras.
Trata-se do oficial que trabalha elevando paredes em pedras, tijolos ou
outros materiais como o concreto na modernidade.
O termo pedreiro-de-mão-cheia refere-se ao oficial que executava
paredes de taipa-de-mão, ou de sebe (a casa de taipa), enchendo com
as mãos nuas os trançados de pau a pique com o barro.

O pedreiro é o oficial que, além de fazer a elevação das paredes,
aplica as argamassas de revestimentos (rebocos) nas paredes.

Ao aportarem no Brasil, junto com os primeiros colonizadores, os pedreiros
trouxeram consigo um rol de técnicas construtivas fruto de um conhecimento
acumulado durante séculos de e transmitidos de forma oral pelos
mestres aos seus aprendizes (períodos Românico e Medieval).
Suas técnicas acomodaram-se às realidades materiais, sociais e
econômicas de cada região do imenso território.

A função básica dos pedreiros era realizar obras de alvenaria,
fossem de tijolos ou de pedra. Entretanto, para realização dessas
tarefas eles necessitavam ler uma planta, marcar a obra no
terreno (geometria aplicada) e ter conhecimentos
práticos de resistência dos materiais. Isto conferia ao pedreiro
um privilégio sobre os demais oficiais, pois permitia uma
visão antecipada do edifício.

Da mesma forma que os carpinteiros e marceneiros, os pedreiros estavam
organizados em uma "confraria" (Confraria e Irmandade de São José),
pelo menos desde a segunda metade do século XVII. Esta instituição
seguia o modelo das organizações de ofícios medievais européias, embora
adaptada à realidade colonial cheia de restrições, já que possuía uma
vertente religiosa enquanto "irmandade" para subsistir.

Em Recife, havia uma igreja própria onde os pedreiros se reuniam
e deliberavam sobre questões do ofício e problemas relacionados
com a vida privada dos associados, como enterros,
empréstimos ocasionais, etc.
Para tanto, possuíam uma espécie de estatuto (ou "regimento") escrito e
democraticamente "confirmado" por voto secreto .

Os pedreiros, ao se transformarem em Mestres de Obras,
tornavam mais complexas suas funções e se assemelhavam aos
arquitetos e engenheiros.
Eram capazes de desenvolverem projetos (chamados de "riscos"),
administrarem obras e realizarem fiscalizações, medições e
diagnósticos construtivos no cargo de "Juízes de Ofício".

Os pedreiros e demais oficiais da construção, considerados
geralmente como pertencentes a um patamar baixo na hierarquia
social colonial, eram denominados "mecânicos", que, no seu
sentido mais antigo, significava "artesão" ou
aquele que trabalhava com as mãos. Entretanto, um dos problemas
que os historiadores enfrentaram ao estudar a vida destes
trabalhadores foi dar explicações sobre o nível de maestria e
de status a que muitos deles chegaram .

O pedreiro é quem constrói paredes, muros, telhados, casas e prédios,
colocando tijolos ou pedras unidas com cimento ou argamassa,
para que a construção fique direita e sem cair.

É um trabalho que se faz ao ar livre e muitas vezes em cima de
andaimes.Usa normalmente algumas ferramentas da sua profissão,
como a colher de pedreiro, o fio de prumo, o nível de bolha de ar,
réguas de madeira e esquadros de metal.
Tem de saber ler planos, para poder construir no sítio certo e
como se pretende. O pedreiro competente está de posse de
um desses conhecimentos e sabe aplicá-lo em sua atividade.
A fim de estar apto para exercê-la, o indivíduo necessita de
um período maior de preparação e aprendizado com
profissionais experientes.

Um aprendiz de pedreiro começa na profissão auxiliando, como
servente, um profissional. Trabalha sob sua orientação.
Uma vez de posse dos conhecimentos e da habilidade necessários à
atividade, poderá então ser considerado um profissional.
Também tem de ser cuidadoso, para que a sua construção fique firme,
bem feita e bem acabada. Não queremos que caia, pois não? Para se se
r pedreiro é preciso ter alguma força física,
para levantar os tijolos, as pedras e outro

Tem de saber ler planos, para poder construir no sítio certo e
como se pretende. O pedreiro competente está de posse de um
desses conhecimentos e sabe aplicá-lo em sua atividade.

A fim de estar apto para exercê-la, o indivíduo necessita de um
período maior de preparação e aprendizado com profissionais experientes.
Um aprendiz de pedreiro começa na profissão auxiliando, como
servente, um profissional. Trabalha sob sua orientação.
Uma vez de posse dos conhecimentos e da habilidade necessários à
atividade, poderá então ser considerado um profissional.

A profissão de pedreiro está em alta, pois o
mercado da construção civil vem crescendo mais e mais a cada dia.

Porém ser um pedreiro profissional, requer esforço e dedicação da
parte do candidato a vaga de pedreiro,
veja abaixo alguma dicas para ser um pedreiro profissional.

Responsabilidade

Ter responsabilidade na hora de preparar o material a ser utilizado,
como massa de cimento, e ferragem da estrutura da casa.

Capricho

Ser caprichoso no serviço que faz, pois nenhum cliente
vai ficar satisfeito com um serviço mal feito

Planejamento na execução do serviço

Planejar com calma o serviço que vai executar, assim também como
preparar com qualidade o material a ser usada em cada serviço.

Ferramentas de trabalho

Ter boas ferramentas e acessórios que facilitam a produção do serviço,
pois não adianta o profissional ser bom e as ferramentas serem péssimas.

Falar somente o necessário como o cliente

Falar com o cliente assuntos relacionados ao serviço, e
nunca falar abobrinhas.

Aprender novas técnicas

Estudar e praticar novas técnicas de trabalho,
assim também como conhecer lançamentos de materiais da construção civil.

Ser atencioso com o cliente

Ser atencioso com seu arquiteto, engenheiro ou cliente,
porém não falar abobrinhas.

Enfim, para trabalhar como pedreiro profissional é
necessário gostar da profissão que desempenha.

Fonte: www.dicasdofreitas.com

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

img 2 pedreiro

 
sobre a equipe  sandre pedreiro contatos vídeos
localização redes sociais atendimento
serviços suporte ao cliente barra de ferramentas
Desenvolvimento
logo riscos design
Sandre Pedreiro Copyright © 2010 - 2014. Todos os direitos reservados

Rua Casimiro de Abreu 820 CEP: 24416 -240 - São Gonçalo RJ - CNPJ:15.285.757/0001-46